Após alugar apartamento pelo Airbnb, dona leva prejuízo com furto de móveis em ‘mudança surpresa’

Dona do imóvel soube que se tratava de um furto quando síndico ligou para ela informando sobre mudança. Caso foi registrado no Bairro Santa Mônica, em Uberlândia (MG).

Quatro homens foram presos por envolvimento em um furto em um apartamento alugado pela plataforma de hospedagem Airbnb, em Uberlândia (MG). O grupo pegou diversos objetos do imóvel, que fica no Bairro Santa Mônica.

Segundo a Polícia Militar (PM), a locadora percebeu que se tratava de um furto quando o síndico ligou para ela informando de uma mudança que ocorria no local no último sábado (2).

De acordo com a vítima, que, por medo, preferiu não se identificar, as pessoas passaram a noite em seu apartamento usando cocaína, deixando várias drogas espalhadas e móveis do apartamento empacotados para serem levados.

Ela também contou que a mãe dela entregou a chave para o Elias, que alugou a diária, e que essa pessoa não está entre os presos. Informou, ainda, que os suspeitos teriam deixado as chaves do local em uma árvore que fica em frente ao prédio, para que a mudança fosse feita.

Quando chegaram na Rua Izaura Augusta Pereira, os militares se depararam com três homens fazendo a retirada dos móveis. Eles disseram para a PM que foram contratados para fazer o frete e que a pessoa responsável pelo transporte estava a caminho.

Um dos suspeitos mostrou um PIX feito por um jovem de 18 anos, que teria contratado o serviço para levar os móveis até a Rua Nájila Alípio Abrão, no Bairro Santa Luzia.

Homem preso em local de entrega dos móveis

Os militares foram até o local de entrega e encontraram um homem, de 31 anos, que esperava pelos itens. A PM informou que ele tem passagem pela polícia por formação de quadrilha, além de ser considerado de alta periculosidade.

O suspeito disse aos policiais que estava aguardando a entrega a pedido de um primo de 23 anos, que, de acordo com a PM, é conhecido devido a sua ficha criminal. Os militares foram até a residência do jovem, e a tia dele permitiu a entrada. No quarto do homem, uma televisão e um ar-condicionado enrolados foram encontrados em um lençol.

Ao mostrarem fotos dos itens para a vítima, ela os reconheceu como sendo do apartamento que havia sido furtado na madrugada. A esposa do jovem disse que ele e o suspeito de 31 anos são amigos, e indicou o local em que o rapaz trabalha para que a PM fosse até ele.

Questionado sobre o crime, o suspeito não soube responder e apresentou respostas confusas. Ao todo, quatro indivíduos foram presos, os de 31 e de 23 anos, e outros dois envolvidos no frete.

O mandante do crime de 18 anos está desaparecido, conforme o registro da polícia.

A proprietária conta que, depois do furto, não sabe se irá continuar alugando o apartamento, por medo de que seus bens sejam novamente furtados e para zelar pela segurança dos demais moradores. Quase todos os móveis foram recuperados.

A vítima disse ainda à reportagem que já está em contato com o Airbnb, que pediu um levantamento dos prejuízos, estimado em R$ 6 mil. Nossa reportagem fez contato com o Airbnb para saber se tem conhecimento do caso e as diretrizes da plataforma em situações como essa, e aguarda retorno.

*Estagiário sob supervisão de Carolina Portilho.

Artigos Relacionados

OPERAÇÃO ADAGA VII: Homem é preso pela Polícia Militar por não pagamento de pensão alimentícia em Araras, SP

Diante dos fatos ele foi apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após...

ROMU realiza prisão em flagrante durante patrulhamento ostensivo na região leste de Araras, SP

Em revista pessoal foi localizado um celular Samsung, e ao averiguar a pochete que ele...

PM prende dupla que furtou óculos de banhista e descobre que ‘vítima’ era procurada com pena até 2044

Caso aconteceu em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, a...

Últimas Notícias