Casal feito refém por assaltantes de carro-forte relata pânico: ‘achei que ia morrer ali’, diz mulher

Junto com o filho de 3 anos, homem e mulher disseram que ficaram cerca de 40 minutos com os criminosos armados, na quarta-feira (13), em Araras (SP).

Um casal e seu filho de três anos passaram pelos 40 minutos mais longos da sua vida como reféns de dois assaltantes que tentaram atacar um carro-forte, de Araras (SP), na tarde de quarta-feira (13).

O homem e a mulher relataram como foram os momentos ao lado dos dois homens que estavam armados e negociando com a polícia. “Eu achei que a gente ia morre ali. Comecei a tremer, fiquei nervosa, tenho pressão alta, já fiquei desesperada”, contou a mulher.

A família foi capturada quando ia de carro levar a criança ao médico. Eles foram abordados pelos dois dos assaltantes, que os mandaram sair do carro. “Deram com a mão que não era para passar na avenida, aí pegamos a rua de cima demos de cara com eles. Disseram que precisavam do carro e aí começaram a trocar tiro”, disse o homem.

No tiroteio entre os criminosos e a polícia, o carro foi atingido por vários disparos.“Eles falaram ‘desce, desce’. Nós descemos, eu não tive força para correr fiquei nervosa. Aí que ele viu que o carro não ia sair, já pegaram nós”, contou a mulher.

Os três reféns ficaram sentados em uma calçada, enquanto a polícia negociava uma rendição. Durante o tempo em que ficam sob o poder dos assaltantes, o casal disse que teve medo, mas foi tranquilizado pelos homens. “Ele falava ‘fica calma, fica calma’, só falava isso. Pediu desculpas, nenhum momento mexeu conosco”, contou a mulher.

O marido relatou o alívio por não ter acontecido nada com sua família. “Foi um alívio porque não aconteceu nada com nós. Ele pediu desculpa, falou que se ele não tivesse pegado nós, ele ia morrer”, disse o homem feito refém.

A mulher disse que aconselhou os assaltantes a se entregarem. “Na hora que falavam para ele se entregar, eu falava ‘moço, se entrega, Deus e Nossa Senhora Aparecida está protegendo nós e a gente está junto com vocês, não vai acontecer nada”, contou.

O momento em que os assaltantes se entregaram e a família foi libertada foi filmada. A mulher, que aparece muito nervosa nas imagens, diz que agora está aliviada por terem saídos ilesos e que vai seguir a vida. “Ainda bem que o nenê não lembra de nada. Vida normal. A minha vida é trabalhar, hoje era minha folga, mas amanha, se Deus quiser, eu vou trabalhar”, disse.

Artigos Relacionados

Yago Lourenço faz aniversário e comemora ao lado de seus heróis

A alegria contagiante do aniversariante e das demais crianças presente ficou evidente, criando um momento...

Polícia Civil prende homem de 29 anos por tráfico de drogas com apoio da GCM em Araras, SP

Com ele foi localizado uma certa quantidade de entorpecentes sendo 10 pinos de cocaina, 25...

01/03/24 Plantão Policial – Confira as Principais Notícias

O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Últimas Notícias