Delegado Tabajara Zuliani dos Santos revela detalhes sobre a morte da dentista encontrada carbonizada em Araras, SP

Segundo a polícia, ela possuía uma medida protetiva contra o ex-namorado, o cantor João Vittor. Ele é o principal suspeito do crime.

A Polícia Civil investiga a morte brutal da dentista Bruna Angleri, de 40 anos, ocorrida nesta quarta-feira (27), em Araras (SP). De acordo com o delegado Tabajara Zuliani dos Santos, responsável pelo caso, o crime teve requintes de crueldade.

Ela foi encontrada deitada sobre a cama, único móvel que estava queimado no cômodo. As chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros. Bruna Angleri foi encontrada carbonizada no quarto da residência onde ela morava no condomínio Portal das Laranjeiras, por volta das 10h.

Não havia outras pessoas no imóvel e não foram encontrados a bolsa e o celular da vítima. Segundo a polícia, ela possuía uma medida protetiva contra o ex-namorado, o cantor João Vittor. Antes de namorar, Bruna tinha sido casada e deste matrimônio tinha um filho de seis anos.

A perícia criminal esteve no local para investigar as causas do incêndio. O corpo foi levado para Instituto Médico Legal (IML) de Limeira (SP). O caso foi registrado como homicídio. Na manhã desta quinta-feira, dia 28 de setembro, nossa reportagem falou com o delegado Tabajara Zuliani dos Santos. Ouça abaixo:

Artigos Relacionados

Guarda Civil Municipal e Polícia Civil fazem apreensão de drogas durante abordagem em Araras, SP

A equipe tinha conhecimento da prática do crime e realizou uma busca próximo ao abordado...

Dupla é preso pela Polícia Civil por tráfico de drogas com apoio da GCM em Araras, SP

Foram apreendidos 37 pinos de cocaína.Na manhã de sexta-feira (1º), dois homens foram presos por...

OPERAÇÃO ADAGA VII: Homem com mandado de prisão por pensão alimentícia é preso pela PM no POUPATEMPO de Araras, SP

Após pesquisa de sua ficha criminal constava como procurado pela Justiça, referente ao processo civil...

Últimas Notícias