Família interdita idoso carente que fez Pix de R$ 190 mil para a namorada 50 anos mais jovem

O idoso trabalha na Câmara dos Deputados, já fez três empréstimos consignados e paga R$ 8,3 mil de prestações mensais.

Um idoso de 84 anos foi interdita em Brasília, após arrumar uma namorada de 34 anos e sair transferindo dinheiro sem limites para ela. A família pediu na Justiça o fim do derrame de dinheiro e foi atendida.

Ele transferiu por pix R$ 190 mil para a amada, entre março e julho deste ano. O idoso trabalha na Câmara dos Deputados, já fez três empréstimos consignados e paga R$ 8,3 mil de prestações mensais.

Ele ainda comprou R$ 27 mil no cartão de crédito para ela.  “O quadro é crônico, de prognóstico reservado, ocasionando limitação funcional e prejuízo da capacidade civil. Do ponto de vista civil, o paciente encontra-se passível de interdição civil, com incapacidade para: reger sua vida; administrar e movimentar bens, valores e finanças; e praticar atos ou negócios jurídicos de cunho pessoal, familiar e patrimonial”, conclui a Justiça.

A juíza Maria Luisa Silva Ribeiro diz que a situação precisa ser interrompida, pois “restou demonstrado que a renda mensal do réu é de aproximadamente R$ 18.000,00; que, entre os meses de março e julho do ano em curso, ele realizou transferências que superaram a quantia de R$ 190.000 e que contraiu três empréstimos consignados, cujas prestações mensais somadas superam o valor de R$ 8.300, o que indica um comprometimento patrimonial significativo que pode levar ao esvaziamento patrimonial”.

Artigos Relacionados

Funcionário Sem Vale-Transporte Pode Faltar Ao Trabalho?

A lógica por trás disso é simples: o trabalhador não deve ser penalizado pela incapacidade...

Dano em veículo causado por buraco na rua pode ser cobrado da prefeitura; saiba como

A maioria das pessoas acaba arcando com os danos; reportagem conversou com advogado Kleber Luzetti,...

Saiba qual a diferença entre insalubridade e periculosidade

Como forma de compensá-los, nossa legislação criou os benefícios de insalubridade e periculosidade.Os adicionais de...

Últimas Notícias