Idoso é preso pela Polícia Militar acusado de estuprar enteada de 5 anos em Pirassununga, SP

Segundo o boletim de ocorrência, menina estava sem roupas e chorando no banheiro. Homem negou que tivesse praticado qualquer ato de cunho sexual com a criança.

Um homem de 67 anos foi preso no sábado (3) acusado de estuprar a enteada de 5 anos em Pirassununga (SP).

O caso, registrado como estupro de vulnerável, aconteceu durante à tarde na Vila Redenção, na cidade do interior de São Paulo.

Ao ser interrogado, sem a assistência de advogado, o idoso negou que tivesse praticado qualquer ato de cunho sexual com a criança, de acordo com as informações relatadas no boletim de ocorrência.

Porta trancada

Segundo o B.O., a PM foi chamada para atender a ocorrência. A mãe contou aos policiais que havia saído para resolver problemas pessoas e, ao retornar, encontrou o filho de 3 anos fora de casa. Ele disse que a irmã estava dentro da casa com o padrasto.

A mãe viu que a porta estava trancada. Ela foi então a uma janela e chamou pela filha, que pediu socorro. Ainda segundo o relato aos policiais a mãe disse ter visto o idoso sair do quarto do casal com o órgão genital à mostra tentando fechar o zíper da calça.

A mãe correu para o fundo do imóvel e conseguiu entrar depois de forçar uma das portas. Ela encontrou a filha no banheiro chorando sem roupas. A criança contou que o padrasto havia colocado a boca no seu órgão genital.

Segundo o B.O., a menina relatou a mesma história na frente dos PMs, na presença da mãe, e disse ainda que isso já tinha acontecido outras vezes quando a mãe saía de casa.

Artigos Relacionados

Acusado de estupro de uma criança de 4 anos preso pela PM é liberado após ser ouvido no plantão policial de Araras, SP

No local, a equipe policial fez contato com o pai da vítima, que informou que...

Confira as informações do Plantão Policial desta quinta-feira (18), com o repórter Beto Ribeiro

  O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Mulher é denunciada por permitir espancamento brutal de filho de 2 anos

Segundo promotor, Ana Beatriz Morais de Oliveira, de 22 anos, poderia e deveria ter evitado...

Últimas Notícias