Justiça condena homem que matou ex-mulher na frente da filha a 24 anos de prisão

Acusado é réu confesso. Sentença foi dada na tarde desta quinta-feira (7) e defesa deverá apelar da decisão sobre qualificadoras do crime ocorrido em Limeira (SP).

A Justiça de Limeira (SP) condenou o homem acusado de matar a ex-mulher a facadas na frente da filha a 24 anos de prisão em regime fechado por crime de feminicídio.

A sentença foi anunciada em julgamento do réu quinta-feira (7). O crime ocorreu em fevereiro de 2022. A defesa do acusado afirmou que deve recorrer da decisão

Wagner William Augusto confessou ter matado a ex-mulher Luciana de Oliveira de Camargo, de 42 anos, dentro de casa. O homem que já seguia preso de forma cautelar, segundo a sentença, deverá continuar preso para fazer a apelação.

Na sentença assinada pelo juiz da Comarca de Limeira, Rogério Danna Chaib, foi acolhida a tese da acusação e reconhecidas a qualificadoras do crime que aumentaram a pena de, inicialmente 12 anos de reclusão em regime fechado, para 24 anos.

Artigos Relacionados

22/04/24 – PLANTÃO POLICIAL com o Repórter Beto Ribeiro

  O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Mulher é presa após agredir e matar mãe em Jundiaí, SP

PM informou que a vítima estava com diversos feridos pelo corpo e já morta. Ela...

Casal morre após moto ser atingida por carro que fazia ultrapassagem em rodovia de Limeira, SP

Segundo a polícia, carro levava cinco pessoas e atingiu motocicleta que seguia no sentido contrário....

Últimas Notícias