PONTO DE VISTA: Ambulância do SAMU fica atolada durante socorro a vítima de infarto na zona rural de Araras, SP

Vítima teve atendimento do Corpo de Bombeiros após ambulância do SAMU atolar no caminho. O quadro da vitima era muito grave e acabou não resistindo, mas teve todo o atendimento pelos bombeiros. Esse foi um dos temas do programa PONTO DE VISTA que contou com as participações do advogado Rogério Romanin e do contador João Brandão.

Uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) ficou atolada durante o socorro a uma vítima de infarto, um homem de 57 anos que acabou morendo, na madrugada desta terça-feira (31), no bairro Cascata, que fica a cerca de 25 minutos da região central de Araras (SP).

De acordo com levantamento feito pelo site Repórter Beto Ribeiro esse local é muito ruim de chegar, já aconteceu da ambulância ficar atolada outras vezes. A má conservação das estradas no período de chuva complica ainda mais a situação das equipes de emergência.

“O SAMU foi acionado, saiu para atendimento e no caminho ficou atolado, mas imediatamente foi acionado os bombeiros que chegou no local e deu todo atendimento”, disse Marili Clélia Souza, enfermeira coordenadora do SAMU de Araras.

Ainda segundo a coordenadora do SAMU o quadro da vitima que faleceu era muito grave e acabou não resistindo, mas teve todo o atendimento pelos bombeiros que foram acionados pelo SAMU. A região passa por problemas por causa das chuvas.

“A ligação inicial caiu aqui às 02h13mim11 segundos. A viatura saiu da base às 02h14min51segundos. Houve intercorrência no percurso, acima da vontade da equipe. Se teve demora foi por causa do atolamento.”, destacou Dr. Rodrigo Luis Klein Harder, médico do SAMU.

Ainda de acordo com o médico, o sistema de recebimento de chamada assim como o operacional é tudo é gravado, todos os telefonemas, tudo o que se fala no rádio e as viaturas são rastreadas.

O que diz a prefeitura?

Em nota enviada à nossa reportagem, o Secretário Municipal de Meio Ambiente e Agricultura, Rodolfo Bergamin explica o seguinte:

As manutenções preventivas das estradas rurais são feitas nos meses de seca, que esse ano foi de meados de maio até agora ainda em outubro. O trabalho da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura é o de garantir a trafegabilidade das vias, com suporte da rolagem e escoamento da água superficial.

Para os próximos meses (chuvosos) entramos com as manutenções emergenciais caso haja pontos críticos em nossas estradas.

Artigos Relacionados

CRIME AMBIENTAL: Morador denuncia descarte irregular de lixo na zona rural de Araras, SP

De acordo com Alberto Dalla Costa Neto, os descartes estão acontecendo na estrada de acesso...

“Ecoponto Interditado há 4 meses deixa população sem opções para descarte de entulhos”, diz vereadora Mirian Vanessa Pires

Localizado na Rua Virgilio Salviato, nº 2.550, no Parque Tiradentes, o Ecoponto costumava operar de...

Prefeito Pedrinho Eliseu se reúne com o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo

A reunião, realizada no Palácio dos Bandeirantes, contou com a presença do secretário municipal de...

Últimas Notícias