Saiba quem era Adriana Gabrieli, jovem assassinada com tiro pelo namorado no interior de SP

Assassino cometeu suicídio na noite de terça (28), em Santa Cruz das Palmeiras (SP). Ex-marido e filha dela também foram baleados e motivação ainda é investigada pela Polícia Civil.

Alegre, carinhosa e mãe dedicada. É dessa forma que amigos e parentes definem Adriana Aparecida Gabrieli Correa, que foi assassinada com um tiro na cabeça pelo namorado, em Santa Cruz das Palmeiras, na terça-feira (28).

O assassino, Diego Fernandes Santana Dutra, de 30 anos, se matou após o crime. O ex-marido dela e a filha deles, de 4 anos, também foram baleados e não correm risco de morte.

O corpo da jovem de 24 anos foi enterrado no Cemitério Municipal sob forte comoção, na quarta (19). A Polícia Civil investiga a motivação do crime, que foi registrado como feminicídio, tentativa de homicídio e suicídio.

Quem era Adriana Aparecida Gabrieli Correa?

Adriana nasceu em 13 de agosto de 1999 e morava em Santa Cruz das Palmeiras. Ela trabalhava em uma agroindústria que produz açúcar, levedura, energia e etanol.

Nas redes sociais, gostava de compartilhar momentos de lazer com os amigos e a filha, nascida em 25 de outubro de 2019, fruto do casamento com Rodrigo José Correia, de 31 anos.

Amigos e parentes postaram homenagens para a jovem no Facebook. Veja abaixo:

“Te amarei eternamente minha filha ❤️😭😭😭, e cuidarei da nossa princesinha 😭😭 descanse em paz”, escreveu a mãe da jovem, Rosa Martins.

“(…) você se foi de uma forma trágica, tão cruel e tão cedo. Tá me doendo tanto amiga, sempre vou lembrar de você. A última vez que nos falamos você me disse que estava tão bem cuidando da sua filha, com tanto amor e dedicação. Tudo você fazia por ela amiga (…)”, postou uma amiga.

“Misericórdia. Sem acreditar. Meu Deus esse mundo está cada dia pior. Deus te receba de braços abertos e console e conforte o coração de todos familiares. Vou sentir muita saudade do seu cafézinho amiga e da sua alegria que contagiava”, escreveu outra amiga.

Investigação

O crime aconteceu por volta das 19h de terça-feira (28), em uma casa na Rua Lucio Mauro Vidal, no Conjunto Habitacional Prefeito Agostinho Nino Deperon.

Segundo a Polícia Civil, o autor Diego Fernandes Santana Dutra, de 30 anos, pulou o muro da casa da namorada e encontrou o ex-marido dela, Rodrigo José Correia, de 31 anos. Ainda não há informação sobre o que Rodrigo fazia no local e o motivo de Diego ter pulado o muro.

Diego estava armado e deu dois tiros em Rodrigo. Em seguida, atirou contra Adriana, que estava no banheiro e morreu no local.

Durante o tiroteiro, a filha de Adriana e Rodrigo, de 4 anos, foi baleada nas costas. Em seguida, Diego deu um tiro na própria cabeça. Ele foi socorrido, mas morreu horas depois no hospital.

A arma do crime foi apreendida.

Artigos Relacionados

Família busca por homem desaparecido há três dias em Araras, SP

Toda informação é valiosa e pode ser a chave para trazer Tico de volta...

ATLAS DA VIOLÊNCIA: Araras está entre os municípios do Brasil com menores índices de assassinatos

Levantamento é referente ao ano de 2022 e foi divulgado pelo Atlas da Violência.O município...

Confira as informações do Plantão Policial desta quinta-feira (20), com o repórter Beto Ribeiro

  O Café Júnior – Um primor de café desde 1945, traz as principais notícias policiais...

Últimas Notícias