Treinador de futebol é preso acusado de estuprar adolescentes em Limeira, SP

Denúncia foi registrada na noite do último sábado (25) e investigado foi preso nesta terça-feira (28), acionar PM e pedir ajuda dizendo que estava sendo ameaçado.

Um treinador de futebol, de 46 anos, foi preso nesta terça-feira (28), suspeito de abusar de três adolescentes, de 13, 16 e 17 anos, que jogavam bola com ele em um campo na Vila Queiroz, em Limeira (SP).

O homem, segundo a investigação, ameaçava as vítimas de expor fotos dos jovens e que ainda mataria os familiares dos menores. O treinador de futebol foi capturado após acionar a Polícia Militar (PM) pedindo ajuda com medo de ser linchado.

Ainda segundo registro da ocorrência, o suspeito era ameaçado de violência por populares. Um mandado de busca foi encontrado pela corporação e o homem foi preso. Segundo os registros da Polícia Civil, um boletim de ocorrência foi aberto no sábado (25).

O pai de uma das vítimas acionou a Polícia Militar (PM), e informou que seu filho, de 17 anos, e outro garoto, de 16 anos, estavam na casa do suspeito naquela noite quando foram obrigados por ele a se despirem.

Denúncias

No boletim, o pai afirma que o acusado consumou ato de estupro com o outro adolescente e que teria fotografado seu filho em situação de nudez. O garoto de 16 anos disse a polícia que já havia tido relações sexuais com o treinador outras três vezes, sob ameaças de matar sua família.

O adolescente também informou à PM que em uma das vezes em que foi abusado, o acusado também teve atos sexuais com outro garoto, na época com 12 anos.

Segundo o pai informou à PM, o acusado é conhecido no bairro e treina com os adolescentes em um campo de futebol próximo, por isso enviava mensagens às vítimas, chamando-os para sua casa, onde aconteciam os abusos.

Diante dos fatos, a equipe policial foi até a casa do treinador, porém o mesmo não estava. No local, estava seu celular, que foi entregue desbloqueado à PM pela sobrinha do acusado.

Durante o registro do caso, ainda no sábado, uma mãe compareceu à delegacia, informando que seu filho, de 13 anos, confessou ter sofrido abusos do mesmo homem, também sob ameaças de que se contasse algo à mãe, o treinador mataria sua família. O caso foi registrado como estupro.

Prisão temporária

Nesta terça-feira (28), o treinador acionou a PM pedindo por ajuda, afirmando estar sendo ameaçado de violência por um caso de estupro e temia ser linchado.

Ao entrar em contato com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), foi constatado que um mandado de prisão temporária havia sido aberto em nome do homem.

O homem foi preso e encaminhado à delegacia. O boletim foi registrado como captura de procurado e o suspeito segue preso e à disposição da Justiça.

Artigos Relacionados

OPERAÇÃO ADAGA VII: Procurado por tráfico de drogas é capturado pela Polícia Militar em Araras, SP

Durante atendimento de averiguação de desinteligência familiar onde o causador da confusão já não estava...

PM de folga atira em assaltante que roubou bolsa de mulher

Homem foi baleado no cotovelo direito, preso em flagrante e levado ao hospital em São...

OAB alerta para golpe em que criminosos se passam por advogados em processos de indenização

Orientação veio após um cliente de um escritório de advocacia de Bauru (SP) receber uma...

Últimas Notícias