Tribunal de Justiça julga constitucional RET da Guarda Civil Municipal de Araras, SP

Sentença foi proferida no último dia 6; RET permite um maior efetivo de GCMs nas ruas por meio de escalas.

O Tribunal de Justiça de São Paulo julgou constitucional o RET (Regime de Trabalho Especial) da Guarda Civil Municipal de Araras (SP). De acordo com a Prefeitura Municipal, a sentença foi proferida no último dia 6, por meio dos autos da ADI 2102689-88.2023.8.26.0000.

“O RET é de grande importância para a segurança pública da cidade, pois permite um maior efetivo de guardas municipais nas ruas por meio de escalas”, comentou o prefeito Pedrinho Eliseu.

Após o trâmite, o prefeito obteve a decisão provisória do STF (Supremo Tribunal Federal) para a manutenção do RET e, agora, por meio da defesa técnica apresentada pela Procuradoria Geral, o Município obteve decisão de mérito favorável ao regime especial da GCM.

Antes do julgamento, o Ministério Público do Estado de São Paulo buscava derrubar a legislação, tendo conseguido em abril uma liminar para suspender o regime especial da Guarda.

Outras informações constitucionalidade do RET podem ser obtidas pelo telefone 3547-3044 (Secretaria da Justiça).

Artigos Relacionados

OPERAÇÃO ADAGA VII: Procurado por tráfico de drogas é capturado pela Polícia Militar em Araras, SP

Durante atendimento de averiguação de desinteligência familiar onde o causador da confusão já não estava...

PM de folga atira em assaltante que roubou bolsa de mulher

Homem foi baleado no cotovelo direito, preso em flagrante e levado ao hospital em São...

OAB alerta para golpe em que criminosos se passam por advogados em processos de indenização

Orientação veio após um cliente de um escritório de advocacia de Bauru (SP) receber uma...

Últimas Notícias