TRISTE DESPEDIDA – Corpo da dentista encontrada morta depois de ser violentamente agredida é sepultado em Araras, SP

Bruna Angleri, de 40 anos, foi encontrada morta carbonizada na casa onde morava. O ex-namorado, que é suspeito do crime, prestou depoimento, negou participação e foi liberado.

O velório da dentista que foi assassinada em Araras (SP) foi retomado por volta das 14h30 desta quinta-feira (28), no velório municipal. O sepultamento de Bruna Angrile, de 40 anos, foi realizado às 16h30, no Cemitério Municipal.

Durante a manhã, o corpo da dentista retornou ao Instituto Médico Legal (IML) de Limeira para que um exame toxicológico fosse realizado. Com o novo procedimento a Polícia Civil pretende saber se havia alta concentração de gás carbônico na corrente sanguínea da vítima para entender se ela foi queimada enquanto ainda estava viva.

Na quarta-feira (27), o corpo da dentista Bruna foi encontrado carbonizado em um condomínio de alto padrão no Portal das Laranjeiras, no Distrito Industrial.

O ex-namorado de Bruna, o cantor João Vittor, suspeito do crime, se apresentou com um advogado no fim da tarde de ontem e durante interrogatório negou envolvimento no crime, que foi registrado como homicídio. O celular dele foi apreendido, e ele foi liberado.

Corpo de dentista Bruna Angleri foi encontrado carbonizado em Araras — Foto: Reprodução/Facebook

Severamente agredida

Segundo o delegado Tabajara Zuliani dos Santos, a polícia aguarda o resultado de um exame necroscópico para saber exatamente como a vítima morreu. “Ela foi severamente agredida. O rosto estava completamente deformado por fraturas. Tinha uma costela fraturada”, contou o delegado.

A Polícia Civil informou que trabalha com várias possibilidades e versões. “O principal suspeito negou integramente os fatos, apresentando um conjunto de álibis que, com o tempo da investigação, vão ser avaliados. No presente momento qualquer tipo de pedido de prisão com o que se tem é prematuro”, afirmou o delegado.

O crime

Segundo a Polícia Militar, a mãe da dentista estranhou que a filha não dava notícias. Ela foi até a casa e encontrou a filha morta no quarto, único móvel que estava queimado no cômodo.

A mãe chamou o Corpo de Bombeiros que foi ao local e encontrou o corpo da dentista carbonizado. O corpo dela foi encaminhado ao IML de Limeira.

Bruna era formada em odontologia e psicologia e exercia o cargo de coordenadora da pós-graduação na São Leopoldo Mandic da unidade de Araras.

A universidade divulgou uma nota de pesar. “Perdemos não apenas uma colega de trabalho, profissional exemplar e competente, como também uma pessoa excepcional e querida por todos que conviviam com ela no ambiente de trabalho. Nossas condolências à família”, diz o texto.

O irmão da dentista usou as redes sociais para mostrar sua tristeza com o crime que tirou a vida da irmã mais velha. “Vou te amar pra sempre!”, escreveu Bruno Angleri, no Instagram.

Irmão de dentista de Araras encontrada morta faz post nas redes sociais dizendo que a ama — Foto: Reprodução/Instagram

Artigos Relacionados

Imagem da Muralha Digital mostra homem descendo de carro para furtar placa de bronze da Fonte Luminosa na Praça Barão de Araras, SP

Em uma das imagens registradas mostra um homem trajando boné, jaqueta vermelha e bermuda descendo...

MURALHA DIGITAL: Homem é flagrado furtando placa de bronze da Fonte Luminosa na Praça Barão de Araras, SP

Em uma das imagens registradas mostra um homem trajando boné, jaqueta vermelha e bermuda descendo...

Homem é preso por espiar mulher em banheiro de igreja

Caso aconteceu no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Divinópolis, no Centro-Oeste do estado, na...

Últimas Notícias