Nova onda de calor deve registrar temperaturas de até 40°C em Araras, SP

Por causa das altas temperaturas, Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo. Em 5 estados, temperaturas podem atingir 42°C.

A partir desta quinta-feira (14), uma nova onda de calor está prevista para atingir extensas áreas do país. Meteorologistas indicam, no entanto, que desta vez o fenômeno não será tão intenso quanto o registrado em novembro, que resultou em recordes de temperatura.

O termo “onda de calor” é usado quando a temperatura permanece cinco graus celsius acima da média por um período entre três e cinco dias. Por causa dessas temperaturas acima da média para 15 estados e o Distrito Federal, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de “perigo”, que tem início às 12h desta quinta e é válido até às 19h do próximo domingo (17).

Segundo o instituto, serão afetadas áreas dos estados:Tocantins, Rondônia, Maranhão, Piauí, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina.

As unidades da federação que serão totalmente afetadas, não somente algumas áreas: Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

Temperaturas de até 42°C

Para os próximos dias, no centro das atenções, temos locais onde as temperaturas devem atingir entre 40°C e 42°C, incluindo Mato Grosso do Sul, as regiões sul e leste do Mato Grosso (com destaque para a capital, Cuiabá), o sul de Goiás, o noroeste de Minas Gerais e a região oeste da Bahia, especialmente no Vale do São Francisco.

Na faixa de 38°C a 40°C, podemos esperar calor intenso no interior do Piauí, no Maranhão, no leste do Tocantins, nas regiões sul e leste de Santa Catarina e no interior de São Paulo. Já em regiões onde as temperaturas devem oscilar entre 37°C e 39°C, destacam-se o norte e oeste do Paraná, o estado do Rio de Janeiro e o Espírito Santo.

A onda de calor não vai ser tão intensa e generalizada quanto a última. Com a proximidade do verão, temos mais umidade, que barra as temperaturas, impedindo que subam mais. Se a gente sobreviveu à última, vamos sobreviver a esta, que vai ser menos intensa.
— Fábio Luengo, que é meteorologista da Climatempo.
Em Cuiabá, por exemplo, a máxima anterior tinha sido em outubro, quando a cidade chegou a 44,2°C. No interior de São Paulo, algumas cidades registraram máximas acima dos 41°C. Nos dois locais, as máximas devem ser menores.

Artigos Relacionados

Moradores enfrentam sensação de 11 graus em Araras, SP

Apesar de ainda estarmos no outono, que vai até junho, o frio já começou a...

Vereadora Ana Júlia Casagrande recebe retorno positivo para instalação de um Centro de Reabilitação em Araras, SP

A vereadora Ana Júlia Casagrande trouxe uma excelente notícia para a cidade de Araras/SP, durante...

Projeto que regulamenta o aumento do prazo de Comissões de Assuntos Relevantes é aprovado pela Câmara Municipal de Araras, SP

As Comissões de Assuntos Relevantes são voltadas para o estudo de problemas municipais e ao...

Últimas Notícias