Comerciante expressa indignação com a falta de iluminação pública no Calçadão da Praça Monsenhor Quércia em Araras, SP

Essa falta de iluminação pública não se limita ao Calçadão da Praça Monsenhor Quércia, mas também tem sido motivo de reclamações em vários bairros da cidade.

Na noite deste domingo, dia 24 de setembro, o comerciante Eduardo Corbanezi, conhecido como “Dú do Saito”, utilizou suas redes sociais para expressar sua frustração em relação à ausência de iluminação pública no Calçadão da Praça Monsenhor Quércia, localizada no Centro de Araras (SP).

“Bailinho da moda antiga aqui no calçadão tudo escuro kkkk olha que beleza e os vereadores uma hora dessa onde estão tudo passando em segurança com a família enquanto por aqui só Deus na causa…”, ironizou a situação, observando a falta de iluminação com um tom humorístico, mas ressaltou a gravidade da questão de segurança, questionando o paradeiro dos vereadores em um momento tão crítico. ironizou escreveu Corbanezi.

Essa falta de iluminação pública não se limita ao Calçadão da Praça Monsenhor Quércia, mas também tem sido motivo de reclamações em vários bairros da cidade. Tal cenário está gerando insegurança entre os moradores, os quais temem sair de suas residências para atividades simples, como desfrutar do ar livre em frente às suas casas ou bater um papo com os vizinhos.

A população espera que as autoridades competentes tomem medidas para resolver esse problema e proporcionem um ambiente mais seguro e iluminado para todos os cidadãos de Araras.

Artigos Relacionados

Programa Casa Ararense: lista de classificação é divulgada

Listagem pode ser conferida no link abaixo, na Edição nº 2.332 do Diário Oficial Eletrônico...

Vereadora Regina Corrochel denuncia falta de manutenção e abandono em áreas de lazer de Araras, SP

Um dos pontos emblemáticos de sua fiscalização foi a Praça Henrique Luiz Pastre, localizada entre...

Prefeitura Municipal regulariza área de transbordo de lixo domiciliar em Araras, SP

Trabalho intenso dos profissionais da Secretaria de Serviços Públicos finalizou intervenção emergencial em 35 dias.A...

Últimas Notícias